Avaliação bancária de habitação aumenta

22 Junho 2010



O valor médio de avaliação bancária, realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação, situou-se no mês de Abril nos 1.173 euros/m2. A este valor correspondeu um aumento marginal de 0,1% face ao mês anterior reflectindo, por reg


No total do país, e em termos homólogos, o valor médio de avaliação bancária aumentou 3,6%, com todas as regiões, excepto as Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, a registar variações positivas, tendo sido nas do Norte (5,4%) e do Centro (4,9%) que se observaram as mais intensas.

Quanto ao valor médio de avaliação bancária dos apartamentos, este foi de 1251 euros/m2, representando um aumento face ao mês anterior de 0,1%, revela o INE. Por NUTS II, as regiões do Alentejo (0,7%), do Algarve (1,4%), da Região Autónoma dos Açores (1,1%) e da Região Autónoma da Madeira (0,6%) apresentaram uma variação em cadeia positiva, enquanto que nas regiões do Norte (-0,1%), do Centro (-0,5%) e de Lisboa (-0,1%) esta variação foi negativa.

Quanto às moradias, o valor médio da avaliação bancária para o total do País foi de 1029 euros/m2, sendo de 0,1% o acréscimo mensal observado. As variações em cadeia foram positivas na maioria das regiões NUTS II, tendo a do Algarve, a Região Autónoma dos Açores e a Região Autónoma da Madeira registado variações negativas.

No que respeita às áreas metropolitanas, o valor médio de avaliação bancária estabilizou em 1447 euros/m2 na Área Metropolitana de Lisboa, enquanto a Área Metropolitana do Porto registou uma diminuição mensal de 0,2%, com um valor médio de avaliação de 1121 euros/m2. Em termos homólogos, registaram-se aumentos nas duas Áreas Metropolitanas, sendo estes de 3,1% na de Lisboa e de 5,0% na do Porto.

Fonte: INE




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close