Lisboa em 1º lugar nas vendas

2 Dezembro 2008



Lisboa tem o maior volume de vendas enquanto que na oferta está em último lugar, segundo dados do SIR - Sistema de Informação Residencial. Segundo as estatísticas Confidencial Imobiliário/LardoceLar.com, Lisboa, Cascais e Oeiras, são d


A pool de empresas que integram o SIR - Sistema de Informação Residencial, relativo à Área Metropolitana de Lisboa (AM Lisboa), registou um volume de cerca de 500 vendas ao longo do 1º trimestre de 2008. Essa base de dados é gerida pela Confidencial Imobiliário, tratando directamente dados de empresas de promoção e mediação imobiliária. As transacções distribuíram-se uniformemente entre as quatro grandes zonas da AM Lisboa. A Linha Sintra-Cascais-Oeiras apesar de apresentar o maior peso na oferta (33%) foi a zona com menor expressão nas vendas (21%).

Lisboa, pelo contrário, tem o maior volume de vendas (28%) enquanto que na oferta está em último lugar (18%). A Linha Norte acompanha Lisboa no volume de vendas sendo o seu peso na oferta inferior ao peso nas vendas do conjunto da AM Lisboa. O desempenho da Margem Sul foi menos notório estando em 3º lugar no ranking de vendas, sendo mais preponderante na oferta do que nas vendas.

Tempo Médio de Absorção O abrandamento do mercado imobiliário residencial faz-se sentir através da evolução dos tempos médios de absorção. Segundo as estatísticas Confidencial Imobiliário/LardoceLar.com o tempo médio de absorção cresceu, como consequência do abrandamento da procura de imóveis. No final de 2007 o número de meses de absorção dos fogos em oferta na AM Lisboa atingiu um valor máximo, subindo para 10 meses nos usados e 11 meses nos novos. Durante 2008 assiste-se a uma curta recuperação em relação ao ano anterior, com uma redução para 9 meses do tempo médio de absorção em ambos os segmentos de mercado. Lisboa, Cascais e Oeiras, são dos concelhos com melhores tempos de absorção. No caso de Lisboa e Oeiras o tempo médio de absorção nos fogos usados foi de 7 meses no 2º trimestre de 2008. Somente Odivelas e Alcochete conseguiram melhor resultado, com 6 meses. Relativamente aos fogos novos, os três concelhos acima mencionados apresentam desempenhos menos favoráveis, embora acompanhando a média da AM Lisboa, com 9 meses em Lisboa e Cascais e 8 meses em Oeiras. Fonte: Jornal de Negócios





Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close