Portugal tem 200 mil imóveis usados que estão sobreavaliados

12 Agosto 2008



O mercado imobiliário nacional dispõe de 200 mil imóveis usados que, por estarem sobreavaliados pelos seus proprietários, não encontram comprador, afirmou à agência noticiosa Lusa o presidente da APEMIP, José Eduardo Macedo.


«Estimo que actualmente a oferta de imóveis usados no mercado português ascenda a 200 mil, mas porque estão sobreavaliados não encontram comprador», disse o dirigente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP).
Na mesma entrevista à Lusa, veiculada pela edição de 7 de Agosto do Público.PT, José Macedo refere que «os preços pedidos estão ainda relativamente próximos dos valores a que são vendidos os imóveis novos, mas por estarem sobreavaliados os compradores não optam por os adquirir».

Fonte: Vida Imobiliária




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close