IMI

16 Julho 2008



As lojas, os escritórios, os pavilhões industriais e os terrenos para construção também poderão pagar menos IMI (imposto municipal sobre imóveis) a partir de 2009.


A descida das taxas máximas de imposto aprovadas pelo Governo terá uma aplicação mais vasta que os imóveis destinados à habitação, estendendo-se a todos os imóveis urbanos.
Durante as intervenções públicas dos últimos dias, o primeiro-ministro colocou a descida da taxa de IMI no campo das políticas para aliviar a carga fiscal das famílias com casa própria, sugerindo que a descida de taxas do imposto - que classificou como um ``sorvedouro de recursos familiares`` - seria cirúrgica e apenas se aplicaria à habitação.
Mas, na prática, a alteração legislativa acabará por ter um alcance bem mais alargado, já que a descida das taxas máximas vai estender-se também aos imóveis destinados a fins comerciais, industriais, serviços ou terrenos para construção.
A confirmação é dada pelo Ministério das Finanças, em resposta a pedidos de esclarecimento solicitados pelo Jornal de Negócios.

Fonte: Jornal de Negócios




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close