Famílias com créditos à habitação bonificados poderão alargar prazos de amortização

21 Abril 2008



A partir de 15 do Junho as famílias com crédito à habitação bonificado vão poder renegociar o prazo dos seus contratos.


O actual limite de 30 anos de período de amortização poderá ir até 50 anos. Esta nova medida decidida em Conselho de Ministros, irá permitir ao crédito bonificado à habitação a possibilidade de renegociação de prazos de pagamento até 50 anos, algo que já era permitido para os créditos não bonificados. Segundo o ministro das Finanças, a medida ``permite um alívio significativo do orçamento de 415 famílias``. Para isso terão de renegociar os seus contratos, o que será possível a partir de 15 de Junho.
Nas contas do ministério, um empréstimo no nono ano de vigência e com 40 mil euros por amortizar, tem hoje uma mensalidade de 197 euros. Depois da renegociação passará para os 140 euros, ou seja, permite uma poupança de 47 euros. No entanto, a verdade é que ao alargarem os prazos as famílias pagarão menos por mês, mas no final do empréstimo terão pago mais pela sua casa. Em média, para um montante em dívida de 100 mil euros, o ministério estima reduções mensais de 140 euros ? o montante que varia, naturalmente, com o prazo de vigência do empréstimo. Teixeira dos Santos garantiu ainda que a maioria dos agregados com regime bonificado são famílias de baixo rendimento: ``85% dos beneficiados, ou 350 mil famílias, ganham no máximo 1385 euros por mês``, disse o ministro que acrescentou: esta é uma medida ``particularmente importante na conjuntura em que vivemos, com o aumento das taxas de juro a ter implicações no esforço financeiro das nossas famílias``

Fonte: Vida Imobiliária




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close