Habitação valoriza 1,3% em 2007

7 Fevereiro 2008



Em 2007, o mercado residencial português fechou o ano com uma valorização média anual de 1,3%. Desde Junho que o Índice Confidencial Imobiliário tem acelerado, fazendo com que com o mês de Dezembro de 2007 se completem 7 meses de aumen


O ano 2007 foi marcado por diferentes fases de evolução dos valores da habitação. O primeiro trimestre teve uma boa dinâmica com variações mensais positivas, que se traduziram numa valorização total anualizada de 4,2%. Depois, entre Abril e Agosto, alternaram-se movimentos de subida com outros de descida, fazendo com que o Índice Confidencial Imobiliário conservasse o mesmo nível de valor, posicionando-se num intervalo entre 103,2 e 103,5. Na prática, tratou-se de uma fase de consolidação face ao ganho de valor verificado no primeiro trimestre. Finalmente, no final do ano 2007, desde Setembro, o Índice Confidencial Imobiliário observou sempre evoluções positivas, atingindo nesta fase uma valorização total anualizada de 3,3%.
A estagnação que o mercado sofreu no meio do ano não impediu que o ritmo de valorização médio anual tivesse uma evolução positiva, invertendo a trajectória de desaceleração que vinha a verificar-se desde Junho de 2006. Esta taxa teve um mínimo em Junho de 2007, quedando-se pelos 1,0%. Desde essa altura que a taxa de variação homóloga do Índice Confidencial Imobiliário foi superior à taxa de variação média anual, contribuindo para que esta taxa subisse até aos 1,3% acima mencionados. Assim, com o mês de Dezembro de 2008, completam-se 7 meses de aumento da taxa de valorização média anual.
No que respeita ao mercado de fogos novos, a desaceleração da taxa de valorização média anual persistiu até Novembro de 2007, altura em que atingiu 1,5%. Com o mês de Dezembro esta taxa voltou a acelerar, situando-se em 1,7%. Este é o resultado da evolução claramente positiva que o Índice Confidencial Imobiliário teve desde Agosto de 2007,que se reflecte já numa taxa de valorização homóloga de 2,7%. Os alojamentos usados, por seu turno, têm um comportamento idêntico ao índice global, tendo iniciado a trajectória de aumento da taxa de valorização média anual já no mês de Julho, mas atingindo um patamar inferior ao dos novos. Em 2007 o mercado de usados teve uma valorização média de 1,0%. Também neste segmento a perspectiva é de continuidade da melhoria sentida, com o índice a atingir uma valorização homóloga de 1,5% em Dezembro.

Fonte: Jornal de Negócios




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close