Redução à vista nos custos com o crédito à habitação

17 Janeiro 2008



As taxas Euribor têm vindo a descer, o que representa boas notícias para as famílias, já que as prestações dos empréstimos à habitação deverão baixar.


A Euribor a três meses desceu, ontem, para 4,509%, recuando, assim, para níveis equivalentes aos de Agosto.
A média mensal desta taxa - o valor usado nos empréstimos - desceu para 4,593%, a mais baixa desde Agosto. Significa por isso que, se a tendência verificada nos últimos 19 dias se mantiver até ao final do mês, as famílias vão ter boas notícias. Como é exemplificado na simulação, um empréstimo cuja revisão ocorra em Fevereiro verá diminuir a prestação do crédito em 5,85 euros.
A Euribor a seis meses também está a descer, recuando ontem para os 4,517%, o que também é o valor mais baixo desde Agosto. Contudo, quem tiver um crédito à habitação indexado a esta taxa, mesmo que a média mensal desça (tal como aparenta) ainda não deve sentir os seus efeitos.
É que a última revisão do contrato terá sido em Agosto e a média mensal da Euribor a seis meses, em Julho (mês de referência para a revisão em Agosto), estava mais baixa do que este mês. A média mensal da Euribor a seis meses, até ontem, situa-se nos 4,629%. O Jornal de Negócios fez as contas e uma família que reveja, no próximo mês, o empréstimo, ainda vai sentir um aumento da prestação de um crédito de 100 mil euros, a 30 anos, superior a 16 euros.

Fonte: Canal de Negócios




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close