Fundo de Pensões do Banco de Portugal vende edifícios a sociedade da CGD

15 Janeiro 2008



O Fundo de Pensões do Banco de Portugal vendeu três edifícios do seu portfólio de activos imobiliários à Fundimo, sociedade do grupo Caixa Geral de Depósitos (CGD) que gere fundos de investimento imobiliário.


Os edifícios Arquiparque 1, Pinta e Securitas, todos localizados na Grande Lisboa, passaram para a Fundimo numa operação concluída na semana passada e que foi intermediada pela Cushman & Wakefield.
O edifício Arquiparque 1, com 5.145 metros quadrados, está localizado em Miraflores, junto da auto-estrada A5 (Lisboa ? Cascais) e está arrendado a empresas internacionais, entre as quais a Lilly Farma, Arval Lease Services e Computer Associates. O edifício Pinta, com 4.495 metros quadrados, situa-se no empreendimento Caravelas (composto pelos edifícios Pinta, Niña e Santa Maria) junto à Avenida da República, em Lisboa e está 100% arrendado à TV Cabo. Finalmente, o edifício Securitas, com 4.705 metros quadrados está localizado em Linda-a-Velha e arrendado na sua totalidade à Securitas.
Segundo António Camilo-Alves, do departamento de Capital Markets da Cushman & Wakefield, e responsável pelo processo, ``há muito tempo que não estava disponível no mercado um portfólio imobiliário tão atractivo, reunindo inquilinos de renome e em localizações complementares na Grande Lisboa``.
``Conseguimos cativar um grande interesse por parte de vários investidores, tendo sido extremamente interessante verificar a agressividade dos fundos portugueses, que efectuaram ofertas comparáveis às normalmente realizadas pelos mais fortes investidores internacionais. Apesar do clima de incerteza económica que existe actualmente, esta operação demonstra a confiança que vários investidores nacionais e internacionais têm no mercado português``, comentou António Camilo-Alves, em comunicado da Cushman & Wakefield.
Para o Fundo de Pensões do Banco de Portugal, esta transacção insere-se na estratégia de rotação de activos por parte deste Fundo. ``Estamos bastante satisfeitos com esta aquisição, que vem complementar o nosso portfólio imobiliário, já composto por mais de 720.000 metros quadrados e que inclui edifícios nos empreendimentos Arquiparque (edifícios 2, 4, 5 e 6) e Caravelas (edifício Santa Maria)``, disseram, por seu lado, os responsáveis da Fundimo.

Fonte: Jornal de Negócios




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close