Arrendamento de escritórios regista aumento de 64%

26 Abril 2010



Os primeiros três meses de 2010 do sector de escritórios da zona de Lisboa registaram um aumento de 64% nas operações de arrendamento, quando comparado com o mesmo período do ano passado. De acordo com os mais recentes dados fornecidos


No que diz respeito ao comportamento do primeiro trimestre de 2010, e quando comparado com os últimos três meses de 2009, também se registou um aumento de 8%, uma vez que durante este período foram arrendados 31.022 m².

Relativamente ao desempenho por zonas, a Zona 1 - Prime CBD - registou um total de 3.186 m² arrendados, enquanto a Zona 2 - CBD - foram comercializados 2.311 m².

A Zona 3 - Avenidas Novas - foi aquela que apresentou o pior desempenho durante o primeiro trimestre de 2010 como 734 m²negociados, enquanto que na Zona 4 - Zona História - foram celebrados um conjunto de contratos de arrendamento que perfazem um total de 910 m².

A Zona 5 - Parque das Nações - depois de um ano negativo em 2009, registou um comportamento bastante positivo com 15.220 m² arrendados. Finalmente, a Zona 6  - Corredor Oeste - manteve-se como uma das zonas mais activas, com 11.039 m² negociados, enquanto a Zona 7, que inclui todas as restantes zonas, somou apenas 233 m².

Pedro Salema Garção, responsável do Departamento de Agência da Worx, afirma: «Confirmaram-se as expectativas de que em 2010 verificar-se-ia uma recuperação, embora lenta, do mercado de escritórios.»

«No Parque das Nações houve uma maior procura e acredito que o desempenho desta zona manter-se-á positivo até final deste ano», acrescentou o representante da consultora imobiliária.

«Em 2010 é expectável que o número de m arrendados seja superior ao testemunhado em 2009, embora o número de operações possa ser semelhante.»

Fonte: Casa Sapo






Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close