Euribor a seis meses interrompe subida após reunião do BCE

9 Abril 2010



A Euribor a seis meses, a taxa mais utilizada em Portugal nos contratos de crédito à habitação, interrompeu, hoje, a tendência de subida das últimas quatro sessões. Permaneceu inalterada, após a reunião de ontem do Banco Central Europe


A taxa interbancária ficou estável nos 0,952%, já a Euribor a três meses subiu ligeiramente para 0,641%. Na maturidade mais longa, a de 12 meses, a taxa manteve-se inalterada nos 1,221%.

Ontem foi dia de reunião do BCE. Tal como era esperado, a autoridade monetária, liderada por Jean-Claude Trichet, manteve a taxa de juro de referência inalterada no seu mínimo histórico de 1%, de forma a suportar a recuperação da economia na Zona Euro.

A taxa deverá manter-se neste nível até 2011. Os economistas têm adiado progressivamente as suas estimativas, apontando agora para que o preço do dinheiro na região só suba no primeiro trimestre do próximo ano. As anteriores projecções chegaram a colocar a taxa nos 1,5% no final deste ano.

Fonte: Jornal de Negócios






Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close