Procura de Fogos Novos na AM Lisboa em 1.869 /m2

17 Fevereiro 2010



Conforme demonstram as estatísticas Confidencial Imobiliário/LardoceLar.com, na Área Metropolitana de Lisboa (AM Lisboa), durante o 3º trimestre de 2009, a procura habitacional relativa ao segmento de fogos novos dirigiu-se para alojam


Com o concelho de Lisboa a deter a maior fatia da procura, com cerca de 17%. No período em análise o stock de alojamentos em oferta, na AM Lisboa, é constituído por 28% de fogos do segmento de novos. Esta percentagem cresce quando se analisa a procura de alojamentos, sendo a taxa de procura de fogos novos de 7%, enquanto que nos usados foi de 4%.

Análise da Procura

O valor médio dos fogos em procura excede os 2.100 €/m2 em três concelhos da área metropolitana, que correspondem a Lisboa, Oeiras e Cascais. Com o valor médio mais elevado encontrando-se em Lisboa, destacando-se a freguesia de S. Sebastião da Pedreira, pois representa 7% da procura com um valor médio de 3.267 €/m2, sendo a segunda maior concentração da procura de alojamentos novos de Lisboa. Em primeiro lugar está a freguesia de Santa Maria dos Olivais (em Lisboa), cabendo-lhe 10% da procura de fogos novos, com um valor médio de 2.755 €/m2.
Ainda no concelho de Lisboa, salientam-se as freguesias de S. Mamede, Prazeres, Lapa e Encarnação, que no seu conjunto representam cerca de 8% da procura de fogos novos, distinguem-se pelo facto de registarem valores médios superiores a 3.720 €/m2.
No segmento de mercado da gama mais baixa, com valores médios dos alojamentos novos compreendidos no intervalo de 2.000 €/m2 a 2.500 €/m2, está 23% da procura do concelho de Lisboa. Com especial destaque para as freguesias de Benfica e Lumiar que de forma agregada representam 12% desta procura.

Fonte: Jornal de Negócios






Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close