Algarve com 4% dos fogos com classificação A+

21 Janeiro 2010



O volume de imóveis de âmbito residencial na região do Algarve, que obtiveram uma declaração provisória de eficiência energética (DCR?s), durante o 2º trimestre de 2009, foi de 786 fogos.


Segundo os dados do Confidencial Imobiliário/Adene, este volume de fogos caracteriza-se pelo facto de na sua quase totalidade estarem em estado novo (cerca de 99%). O nível de eficiência energética atingido por este conjunto de imóveis revela que, apenas 4% atingem a classificação máxima de A+, com cerca de 44% a serem classificados com A e os restantes 51% dos fogos a não passarem da classificação de B. 
A tipologia dominante corresponde aos alojamentos T2 (50% dos DCR?s), cerca de 26% da oferta divide-se de forma idêntica pela tipologia T1 ou inferiores e T4 ou superior, os restantes 24% são fogos da tipologia T3. Em termos geográficos, Silves apresenta maior numero de fogos com certificação energética, cerca de 28%, seguido de lolé cpm 22%.

 

Fonte: Vida Imobiliária






Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close