Euribor sobem a um e 12 meses e descem a seis

15 Dezembro 2009



As taxas Euribor evoluem hoje sem uma tendência definida, ao descerem a seis meses e a avançarem a um e 12 meses. A três e a nove meses, as taxas interbancárias permaneceram inalteradas.


As taxas Euribor evoluem hoje sem uma tendência definida, ao descerem a seis meses e a avançarem a um e 12 meses. A três e a nove meses, as taxas interbancárias permaneceram inalteradas.
A Euribor seis meses, que é a mais utilizada como indexante do crédito à habitação, desceu para 0,998%. A um mês, a taxa interbancária subiu para 0,488% e a Euribor três meses manteve-se inalterada nos 0,715%.
A Euribor a nove meses manteve-se nos 1,127% e a taxa com o período mais longo, 12 meses, subiu para 1,248%.
Na última reunião do banco central foram retiradas algumas das medidas extraordinárias de liquidez, sendo que as principais alterações são a extinção dos dois empréstimos de longo prazo de seis e 12 meses e a indexação dos juros do empréstimo a um ano à taxa de juro que vigorará durante o ano.
No entanto as taxas de juro de referência para a Zona Euro só deverão subir depois da primeira metade de 2010, segundo as estimativas dos analistas.

Fonte: Jornal de Negócios






Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close