Estado arrenda por milhões imóveis que vendeu

10 Dezembro 2009



O Estado, através do Ministério da Justiça, já arrecadou 230 milhões de euros com a venda de património, mas como em alguns dos casos passou de proprietário a inquilino arrisca gastar o dinheiro da venda dos imóveis em rendas, de acord


Entre os imóveis vendidos pelo Ministério da Justiça, encontram-se os estabelecimentos prisionais de Lisboa e de Pinheiro da Cruz, por 60 e 81 milhões de euros, respectivamente, no âmbito do programa de alienações lançado em 2006 pelo então ministro Alberto Costa.

Como o Estado continuou a ocupar ambos os edifícios, passando de dono a inquilino, paga agora todos os meses uma renda que, em conjunto, supera os sete milhões de euros anuais. Se a actual situação se prolongar, «todo o dinheiro recebido pela venda dos imóveis acaba dissipado nas rendas mensais, o que corresponde, anualmente, a 5% do valor de venda, havendo o risco de nada sobrar para suportar a construção de novas prisões», nota o jornal.

 

Fonte: Diário de Notícias






Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close