Crise: empresas fazem promoções desesperadas para vender

16 Junho 2009



Empresas fazem promoções desesperadas para vender.


Se comprar a casa, eles dão o carro
A crise assustou meio mundo, para não dizer o mundo todo. Muitos perderam o emprego e outros, com o susto e mesmo apenas por cautela, começaram a poupar mais. O consumo caiu um pouco por todo o lado e as empresas deixaram de vender como antes. O desespero obrigou a medidas drásticas. Por exemplo, a promotora imobiliária Telhados da Cidade, que está a promover um empreendimento em Massamá, na linha de Sintra, oferece um carro a quem comprar uma casa. Um T2 neste empreendimento, a Quinta das Flores, dá direito a um Renault Twingo e um T3 traz consigo a chave de um Clio. Mas a ideia não é pioneira. Um pouco por todo o mundo, sucedem-se casos semelhantes. Por exemplo, nos EUA, a construtora Five Star Development Group, do Estado do Arizona, oferece também um carro de luxo de 200 mil dólares (mais de 150 mil euros), a quem comprar duas mansões.A razão é simples: até os bens de luxo, que noutras crises se revelaram resistentes, desta vez também estão a acumular-se no mercado, com placas de «Vende-se». Ou não tivesse esta crise começado precisamente num dos sectores com mais dinheiro do mund o da alta finança. Férias de luxo para sempre Neste caso, as mansões situam-se num subúrbio da cidade de Phoenix, com o sugestivo nome de Paradise Valley (Vale do Paraíso). Estão à venda no mercado há mais de um ano e a construtora já baixou o preço de cada casa num milhão de dólares (0,7 milhões de euros). Entre as «modestas» casas à venda neste empreendimento estão, por exemplo, a «Old World European Villa» (Vila Europeia do Mundo Antigo), com mais de 724 metros quadrados, por quase 5 milhões de dólares (quase 4 milhões de euros), ou a «Tuscan Estate» (Imóvel Toscano), com 696 metros quadrados e cinco quartos por apenas 4 milhões de dólares (pouco mais de 3 milhões de euros). Como os preços podem desencorajar alguns, a empresa oferece agora um Bentley Continental GT. Ou, se preferir, um mês de férias pagas por ano no hotel New Port Marriot, para o resto da vida. Se não gostar de carros nem de férias, o cliente pode optar pelo desconto de 200 mil dólares (mais de 150 mil euros) no preço da casa. Não há notícias de que cliente algum tenha optado por esta modalidade. Mas este caso, embora salte à vista pelos montantes envolvidos, não é caso único. Muitas construtoras incluem ofertas, incluindo LCD. Pague um, leve dois Em San Diego, uma construtora chegou a oferecer uma casa na compra de outra. «Pague um, leve dois». Há alguns meses atrás, um site no Reino Unido oferecia dois veículos da Chrysler pelo preço de um. O «Broadspeed.com», que reúne vários concessionários de automóveis novos, oferecia um sedan Dodge Avenger na compra de outro. Mas no mundo automóvel, encontram-se também mais exemplos. A Porsche protagonizou uma promoção destas, embora apenas por iniciativa de um vendedor, que estava a ficar preocupado com a queda das vendas. Um gerente de vendas de uma concessionária na Califórnia, resolveu avançar com a promoção «pague um, leve dois» e foi um verdadeiro sucesso. Na primeira hora, o gerente vendeu 18 unidades. Quem não gostou da ideia foi a concessionária da Porsche, que despediu o gerente e o processou, para reaver o dinheiro dos 18 Porsche entregues como oferta. Pague o que quiser Outra moda que parece estar a pegar é a do «Pague o que Quiser». Um restaurante londrino resolveu combater a queda de clientela deixando que cada um pague o valor que achar justo pela refeição. O «Little Bay», no bairro central de Farringdon, manteve a promoção durante o mês de Fevereiro. O proprietário garante que as pessoas pagavam praticamente o mesmo valor que os pratos tinham antes. A cadeia de hotéis Íbis alinhou pela mesma bitola. Em 18 hotéis da sua cadeia, todos em Portugal, a empresa decidiu deixar ao critério dos hóspedes quanto queriam pagar pelas suas estadias. A promoção durou menos de duas semanas e era válida para uma noite por quarto, para ervas online. Fonte: Agência Financeira




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close