Substituição de contratos representa 20% da carteira do FIIAH da CGD

16 Abril 2009



A carteira do fundo investimento imobiliário de arrendamento habitacional (FIIAH) da Caixa Geral de Depósitos (CGD), gerido pela Fundimo, conta já com 335 imóveis residenciais, cerca de 20% dos quais resultam da substituição de cont


Os restantes 80% (268 fogos) correspondem a imóveis adquiridos para a colocação no mercado de arrendamento.
Desde a sua entrada em vigor, a 19 de Janeiro, foram já investidos 22 milhões de euros na aquisição e remodelação da carteira de 335 imóveis que o integram, revelou Paulo Sousa, da direcção de Financiamento Imobiliário da CGD. Recorde-se que este foi o primeiro fundo de arrendamento habitacional a ser lançado, a 19 de Janeiro, respondendo ao apelo do Governo para que as instituições financeiras criassem veículos de investimento que pudessem absorver activos imobiliários de clientes com dificuldades em cumprir as suas obrigações com a banca ao nível do crédito à habitação, contribuindo também para a redução do mal parado. Entretanto, o Banco Espírito Santo já anunciou a criação do seu próprio FIIAH, que será colocado no mercado em breve. O Millennium BCP e o Banif são outras das instituições bancárias que estão a equacionar uma possível constituição deste tipo de instrumento financeiro.

Fonte: Vida Imobiliária






Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close