Arrendamento jovem: quase 80% das candidaturas foram aprovadas

4 Novembro 2008



A grande maioria das candidaturas apresentadas à terceira fase do Porta 65, programa de apoio ao arrendamento jovem, foi aprovada.


De acordo com dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto de Habitação, das 3.068 candidaturas, 2.361 receberam luz verde, tendo sido excluídas apenas 692. Houve também lugar a 15 processos anulados, a pedido dos próprios candidatos. No total, cerca de 77% das candidaturas foram aprovadas.

A tipologia mais procurada nesta fase foi a T2, com Lisboa a liderar a procura, seguida de Vila Nova de Gaia, Braga e Porto. Contas feitas, e atendendo ao acumulado das três fases, em Novembro serão já pagas as subvenções correspondentes a 7.862 candidaturas, num total estimado em 1,225 milhões de euros. Recorde-se que a primeira fase do programa decorreu em Dezembro do ano passado e que, na altura, 3.561 processos foram entregues, sendo que, destes, apenas 1.544 foram aprovados (43,36%).

Já na segunda fase, que decorreu em Abril deste ano, foram entregues 5.508 processos e 4.156 foram aprovados (75,45%). Após a 1ª fase, o Porta 65 recebeu duras críticas, já que, por ser demasiado exigente, deixava de fora uma larga maioria dos interessados. Antes da segunda fase, o Governo alterou as regras, aumentando os tectos máximos das rendas a apoiar e a taxa de esforço. Para os interessados, haverá ainda uma última fase de candidaturas ao Porta 65, entre 02 e 17 de Dezembro deste ano. Fonte: Agência Financeira




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close