Custo do crédito sobe mais em Portugal do que na zona euro

21 Agosto 2008



Portugal é o país da zona euro com maior aperto das condições de crédito, afirma o Diário Económico, referindo-se a uma tendência que é transversal a grande parte das economias mas que afecta «com especial gravidade os segmentos nacion


Dados do Banco Central Europeu relativos à taxa de juro média antes de encargos e comissões (a taxa nominal média cobrada pelos bancos que inclui a margem ou lucro dos bancos em sede de taxa de juro) «mostram que o custo do crédito à habitação em Portugal foi o que teve o maior aumento desde o início da crise financeira, há mais de um ano», diz o artigo.
Nas empresas o aperto é o terceiro maior, o que é particularmente penalizador pois as taxas de juro nominais praticadas neste segmento já são, há vários meses, as mais elevadas da região da moeda única. Olhando só para os spreads ou lucro dos bancos (diferença entre a taxa nominal praticada em Junho e a Euribor a seis meses média do mês de Maio), «Portugal e Chipre são os únicos onde as margens aumentaram no crédito à habitação. Isto apesar de os juros subirem de forma igual em todos os países ? a Euribor, a taxa de mercado, é igual para todos», revela a mesma fonte.

Fonte: Vida Imobiliária




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close