Proprietários e Inquilinos de escritórios querem imóveis «amigos do ambiente»

7 Dezembro 2007



Os proprietários e ocupantes de escritórios estão cada vez mais conscientes da sua responsabilidade social.


Esta é uma das principais conclusões do estudo Landlords & Tenants, levado a cabo pela consultora Cushman & Wakefield, com base na amostra de 825 executivos (em 12 países Europeus), dos quais 29% representam proprietários e 71% ocupantes. De acordo com o documento, quase metade dos proprietários e ocupantes inquiridos pela consultora afirmam estar dispostos a pagar mais para poder arrendar ou adquirir um imóvel «amigo do ambiente».
Na perspectiva de Carlos Oliveira, Associate e director do departamento de escritórios da C&W em Portugal, «a responsabilidade social pode vir a estar no topo da agenda no debate sobre a globalização e desenvolvimento sustentável, mas vai demorar até que tenha algum efeito nas decisões tomadas em relação a arrendamento ou compra de imóveis. Porém vai acontecer, é tudo uma questão de tempo». Contudo, cerca de 40% dos ocupantes e 28% dos proprietários inquiridos ainda não têm conhecimento das directivas da União Europeia (UE) sobre desempenho energético, que serão implementadas em toda a UE até 2009. As empresas do Reino Unido parecem ser as mais conscientes em relação a estas directivas (71%), concluiu a C&W.

Fonte: Vida Imobiliária




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close