Novo portal ajuda a comprar e vender imóveis de luxo

29 Novembro 2007



Está disponível em Portugal o portal imóveisdeluxo, destinado, como o próprio nome indica, ao segmento mais alto e mais caro do mercado imobiliário e, portanto, aos consumidores com maior poder de compra.


«Trata-se de um portal que agrega a oferta disponibilizada por uma rede de imobiliárias. Não é permitido a particulares inserir imóveis ao não ser por via de um contrato de Mediação Imobiliária», explica fonte da empresa à «Agência Financeira».
O projecto destina-se a «interessados que, devido ao grau de sofisticação ou poder de compra, ou aqueles que, simplesmente levados pela vontade de desfrutar de um imóvel mais requintado ou exclusivo, não se revêem na oferta imobiliária tradicional, onde encontram uma vasta panóplia de propostas mas, raras vezes, aquilo que efectivamente esse nicho de interessados procuram», explica a empresa. O público-alvo deste novo portal é constituído por «médicos, advogados, arquitectos, juízes, engenheiros, quadros superiores das empresas, empresários, actores, e professores universitários».
A imóveisdeluxo considera que «a falta de segmentação também faz mossa na componente da oferta, onde os promotores e proprietários de imóveis acima da média, têm que criar estratégias de promoção caso a caso, desperdiçando tempo e recursos quando, a existência de uma imobiliária especializada em imóveis dessa natureza, teria muito mais sucesso». Por isso mesmo, «a ambição de corrigir esta falha de mercado a nível nacional, funcionou como a pedra de toque para o aparecimento deste conceito, logo mais porque o mercado não respondeu até hoje a este apelo dos mais requintados interessados. A imóveisdeluxo, pretende aproximar a oferta da procura neste segmento de mercado». Os interessados podem colocar os seus imóveis à venda no portal ou procurar ali a sua casa de sonho. Para isso, o portal tem disponível uma espécie de ficha/questionário, que os utilizadores têm de preencher.
Os imóveis mais caros
No portal estão disponíveis imagens de vários imóveis deste segmento, de várias zonas do País, com preços verdadeiramente proibitivos para o comum dos mortais. «O imóvel mais dispendioso disponibilizado no portal têm o valor de cinco milhões de euros, sendo este valor apenas facultado através de um contacto pessoal», adianta ainda a mesma fonte.
Entre os imóveis em destaque no portal, que estão para venda, e cujo preço está visível, o mais caro fica situado nas Azenhas do Mar, zona de Sintra, e custa a módica quantia de 2,3 milhões de euros. Trata-se de um T5 com uma área total de 1.300 metros quadrados (m2). Este imóvel dispõe de garagem para quatro carros e anexos de apoio à piscina, ginásio, rega automática, balneários, barbecue, aquecimento central, jardim interior e lareira.  Há também uma moradia em Palmela, Setúbal, com 700 m2 de área total mas isolada num lote de 5.060 m2, por 1,25 milhões de euros. Tem piscina de água salgada, furo, aquecimento central, alarme, árvores de fruto, rega automática, construção anti-sísmica, canil, pequenos Lagos e uma adega.
Entre os imóveis mais caros está ainda uma casa na zona de Lagoa, Faro, com 488 m2 de área total, e que custa 1,6 milhões de euros. Trata-se de uma habitação de um piso implantada num extenso lote de 16.000m2, com campo de ténis e piscina, aquecimento central, aspiração central, hidromassagens, som ambiente, etc. É possível encontrar ainda uma estalagem, em Montalegre, por dois milhões de euros, com piscina, ténis, parque privativo, jardim, praia privativa, Drive in Rang, parque infantil, marina e aquecimento.

Fonte: Sapo Imobiliário




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close