Portugal tem uma casa e meia por cada família

8 Outubro 2007



A velocidade a que se constrói habitação nova tem vindo a diminuir, mas, ainda assim, as edificações não param e há cada vez mais casas (ocupadas ou vazias) em Portugal.


No final do ano passado, o Instituto Nacional de Estatística (INE) indicava que havia, por todo o país, quase 5,5 milhões de casas, mas apenas 3,6 milhões de famílias (dados de 2001, os mais recentes), diz o «Jornal de Notícias».
O reconhecido excesso de habitação em Portugal, somado à subida dos juros desde 2005 e à estagnação da economia tem, de facto, levado a alguma moderação na construção de casas.
Em 2002, ano em que a construção civil começou a entrar na crise da qual ainda não vê o fim, foram dados por concluídos 124 mil alojados. Em 2003, o número tinha caído para quase 90 mil. Nos dois anos seguintes, foram terminadas perto de 140 mil casas (70 mil por ano). Em 2006, os últimos dados disponibilizados pelo INE, já só tinham sido edificadas 58 mil casas, a um ritmo de 160 por dia.

Fonte: Agência Financeira




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close