Governo aprova procedimento «Casa Pronta»

8 Junho 2007



O Governo aprovou, em Conselho de Ministros, um Decreto-Lei que vai facilitar a vida aos cidadãos que comprem e vendam casa.


Trata-se do procedimento «Casa Pronta», que «além de permitir uma forte redução dos custos associados a deslocações e onerações de imóveis», prevê ainda «uma redução das taxas cobradas, face aos montantes previstos para quem utilize o procedimento tradicional para a transmissão e oneração de imóveis», refere o comunicado do Conselho de Ministros.
Segundo explica este documento, actualmente quem pretende comprar uma casa com recurso ao crédito gasta em média 947,83 euros, mais impostos. Com recurso ao procedimento «Casa Pronta», o preço dos mesmos actos praticados custará apenas 650 euros mais impostos, numa redução de 31,4 % em relação ao sistema tradicional. Esta redução será ainda maior se quem adquire o imóvel o fizer com recurso a uma Conta Poupança-habitação, situando-se, neste caso, os custos em 450 euros, mais impostos.

Fonte: Vida Imobiliária




Recomendar a um amigo

Use o seguinte formulário
close